fbpx
segunda-feira, outubro 3, 2022
spot_img
InícioMarketing DigitalO que é produto digital? 6 exemplos para te inspirar

O que é produto digital? 6 exemplos para te inspirar

Entenda o que é um infoproduto, tire suas ideias do papel, aprenda como transformá-las em um negócio e conquiste a sua liberdade empreendendo no digital. 🚀

A internet é um mar de oportunidades! 

Não é mais novidade para ninguém que a internet tornou-se a principal fonte de pesquisa e acesso à informação do mundo! 

A pergunta é: como você pode aproveitar isso e como começar a viver das suas paixões?

Você sabia que o seu conhecimento pode se transformar em produtos?

Criar um produto hoje em dia já não precisa ser sinônimo de processos industriais, fabricação física ou investimentos altos em pesquisa e desenvolvimento.

Os infoprodutos têm um potencial de lucro impressionante e uma abordagem simples diante do público.

Tenho certeza que seus amigos e familiares te procuram pedindo ajuda para fazer alguma coisa, seja uma receita, ajuda no computador, ou para tirar um documento, não é mesmo?

Muitos empreendedores constroem negócios inteiros em torno desses bens intangíveis, devido a sua popularidade e facilidade de distribuição.

O que torna os produtos digitais especialmente atraentes, no entanto, é que eles podem ser criados uma vez e vendidos repetidamente para diferentes clientes sem ter que reabastecer o estoque.

Vamos te ajudar a entender o cenário do mercado digital e trazer novas possibilidade para você empreender na internet, criando seu primeiro produto digital e empacotando seu conhecimento para gerar lucro na internet.

E acredite: todos têm algo a ensinar, basta saber enxergar!

Porém, apesar de muito se ouvir sobre produtos digitais, nem todas as pessoas sabem o que eles são e, por isso, não percebem como essa pode ser uma oportunidade para ter um negócio próprio.

Então, entenda o que é um infoproduto, tire suas idéias do papel, aprenda como transformá-las em um negócio e conquiste a sua liberdade empreendendo no digital.

O que é um produto digital?

Os produtos digitais não podem ser segurados, provados ou tocados, mas podem ser consumidos, como ebooks, cursos online e muito mais.

Produtos digitais, também conhecidos como infoprodutos, são quaisquer itens que sejam comercializados no meio online. Não há, portanto, uma estrutura física, que precise de armazenamento ou entrega por frete. Tudo acontece digitalmente.

Posso apostar que você conhece algum produto digital, mas pode não ter se dado conta de que tenha esse nome, quer ver?

Em 2020, quando todas as empresas foram obrigadas a marcar presença na internet, alguns ramos foram muito afetados, como o de eventos. Nesse cenário, algumas organizações tiveram que se adaptar, passando seus treinamentos, que antes lotavam centro de eventos ou hotéis, para o online. Esse curso, workshop ou evento que acontece online é um produto digital.

Tem também aquele ebook de um conteúdo sobre Marketing Digital que você se cadastrou para receber. Esse é outro exemplo de um infoproduto, então, como o próprio nome sugere, é uma peça exclusiva para ser vendida e, muitas vezes, consumida no online.

Por que vender produtos digitais em vez de produtos físicos?

Os produtos digitais têm muitas vantagens que os tornam excepcionalmente atraentes para vender:

  • Ter um menor custo de produção, afinal, não é preciso pagar para ter o produto físico;   
  • Maior facilidade de distribuição e divulgação, já que tudo ocorre online;  
  • Não há gastos com envio de produtos;  
  • Não há gastos com local para estocar os produtos e nem o risco de ficar com ele parado no estoque;  
  • Pode atingir uma grande escalabilidade;
  • Os clientes podem, na maioria dos casos, receber o produto imediatamente após a compra.
  • Altas margens de lucro. Não há custo recorrente de mercadorias, portanto, você retém a maior parte de suas vendas nos lucros.

Mas, os produtos digitais também apresentam desafios específicos com os quais você precisa estar atento:

  • Você está competindo com conteúdo gratuito. Com produtos digitais, os consumidores provavelmente podem encontrar alternativas gratuitas para o que você está vendendo. Você terá que pensar cuidadosamente sobre o nicho que deseja e saber como construir sua marca para competir.
  • Você é suscetível à pirataria. Então, precisa tomar precauções e reduzir esses riscos, empregando as ferramentas certas para proteger seus produtos.

Por que produzir um?

Agora, você deve estar se perguntando por que deveria produzir um infoproduto (ou produto digital), se muitas pessoas compartilham informações gratuitas online. 

Vamos listar alguns motivos que vão fazer você compreender a importância e querer criar um agora mesmo.

Escalabilidade

O primeiro benefício dos produtos digitais é que você pode atingir um público muito maior sem trabalhar mais ou acumular mais custos.

Por exemplo: se quiser ajudar as pessoas a preparar refeições mais saudáveis, você pode oferecer aulas de culinária, mas estará limitado a servir as pessoas de sua cidade.

Além disso, se você quiser expandir esse negócio, terá que contratar mais chefs e pagar por mais equipamentos e espaço na cozinha.

No entanto, outra opção é criar um e-book com suas receitas favoritas. Você pode vendê-lo online, atingir um número ilimitado de pessoas e nunca terá que aumentar sua produção. 

Renda passiva

Ganhe dinheiro enquanto dorme!

Uma vez lançados e bem divulgados, você não precisa fazer mais nada, pois se vendem sozinhos, a qualquer hora do dia (ou da noite).

Essa é outra razão pela qual os produtos digitais são excelentes é que eles exigem muito pouco esforço após o lançamento e continuarão gerando mais receita.

Com uma empresa de serviços, você só ganha dinheiro pelas horas de trabalho. Com um e-commerce, as pessoas podem enviar pedidos a qualquer hora do dia, mas você ainda precisa atendê-los e manter os itens em estoque.

No entanto, os produtos digitais podem ser adquiridos a qualquer hora do dia e nunca precisam ser estocados. Portanto, é o modelo de negócios definitivo para renda passiva.

Baixo custo inicial (ou nenhum)

A maioria dos negócios envolve custos iniciais e despesas gerais. Porém, vender um item desse porte pela internet requer apenas que você o crie e tenha onde apresentá-l. Não é preciso de estoque, logística, transporte, nem nada.

Com um produto digital, você só precisa pagar pelo seu site e por quaisquer custos de marketing (que também são custos que você pagaria se tivesse um negócio com serviços).

Tendência de mercado

Os produtos digitais têm alta procura porque seu segmento pode ser variado, atingindo diferentes tipos de públicos. 

Basta que seja algo de qualidade, com conteúdo relevante e com boa divulgação para ser procurado.

Quais produtos digitais estão em alta?

Os produtos digitais estão tendo cada vez mais procura e alguns nichos específicos estão bombando no mercado.

Confira os principais nichos de produtos digitais em alta:

  • Negócios e carreira;
  • Saúde e esportes;
  • Educação;
  • Relacionamento;
  • Desenvolvimento pessoal.

6 exemplos de produtos digitais lucrativos

Então, que tipo de produto digital você deve vender?

Em geral, a maioria dos produtos digitais são educacionais (ensinando as pessoas como fazer algo) ou entretenimento. Depois de saber o que deseja vender, você pode usar alguns modelos diferentes para entregar o conteúdo.

Lembre-se: muitas pessoas estão dispostas a pagar por elas se o que você oferece for de qualidade significativamente superior ou exclusivo.

Você já deve ter despertado o interesse pela construção do produto digital, mas pode ser que ainda precise de mais itens para complementar a ideia de criar um.

Então, chegou o momento de conferir os principais tipos de infoprodutos e, quem sabe, já começar a criar um ao final deste texto.

1- Ebook

Um dos produtos digitais mais vendidos pelas empresas é o ebook. Sua aceitação no mercado é excelente e a forma de consumir se torna muito fácil, tanto para usuários de mobile quanto desktop.

Para ter um ótimo produto nesse nicho, é interessante que se tenha conhecimento sobre escrita para web. Assim, conseguirá criar algo dinâmico, ao mesmo tempo que forneça conteúdo de valor.

Além disso, o consumo de livros digitais aumentou durante a pandemia, o que deve permanecer para os próximos anos. 

2- Cursos online

Tem algo para ensinar? Por que não expandir para um curso?

Saiba que os cursos online são ótimas opções de infoproduto, seja conteúdos exclusivos, seja a possibilidade de transformar algo que era presencial para o digital. 

Se você se considera um especialista em um determinado tópico, os produtos digitais são uma ótima maneira de empacotar essas informações e vendê-las para outras pessoas que desejam aprender.

O alcance desse formato é enorme, visto que pessoas de todos os lugares podem acessar, e presencialmente torna o produto limitado. 

Saiba que cursos online não estão limitados somente a vídeos, mas podem incluir textos, planilhas, exercícios práticos e outros formatos para deixar o conteúdo mais dinâmico e útil. 

Assim como o ebook, esse formato tem alta demanda de alunos. As pessoas têm sede de aprendizado e esses produtos costumam ser práticos para consumo no dia a dia.

3- Workshop

Outra forma de passar conhecimento a partir de um infoproduto são os workshops. Eles têm duração mais curta e com atividades práticas para aprendizado rápido do aluno. 

Apesar de haver muitos workshops gratuitos, não há porque não oferecer em formato pago. Você pode usar como complemento de um curso, por exemplo, em que o aluno já sabe como funciona na teoria, mas precisa colocar em prática. 

Com duas ou três horas de conhecimento, é possível ajudar muitas pessoas por um valor mais acessível do que curso online, por exemplo.

4- Mentoria ou consultoria online

Se você já é um especialista em determinado assunto, por que não transformar isso em ajuda especializada para empresas?

No marketing existem muitas oportunidades. Elas vão desde diagnósticos e planejamento até acompanhamento de práticas para empresas ou empreendedores terem sucesso nos seus negócios.

Mas, é preciso experiência e conhecimento sobre o assunto, a fim de que seu trabalho seja de qualidade para quem vai receber esse serviço. Por isso, estude sempre, acompanhe tendências, teste e aplique: só assim vai conseguir melhorar a cada mentorado. 

Uma das principais vantagens desse negócio é o fato de você não precisar de um espaço físico alugado para trabalhar. Os encontros podem acontecer via online e, assim, ter clientes de todos os cantos do país.

5- Planilhas e modelos de conteúdo

Quem nunca procurou uma planilha de organização financeira na internet? Ou, até mesmo, um modelo de contrato? Essa pode ser mais uma ideia de produto digital a ser comercializado no próximo ano.

Se você tem conhecimento sobre Excel, essa é uma excelente oportunidade de negócio. Nem todo mundo é familiarizado com o assunto e muitas pessoas desconhecem o potencial dessa ferramenta.

Pensando nisso, pode criar modelos editáveis para diferentes segmentos. O seu público vai desde pessoas físicas até empresas que buscam fazer previsões de vendas, por exemplo, mas não sabem como criar algo mensurável.

Já os modelos de conteúdo podem ser layouts para redes sociais editáveis. Para isso, você precisa ter experiência com design, ser criativo e querer vender pacotes para outras pessoas apenas replicarem.

6- Sites de membros

Em vez de vender produtos digitais individuais, você pode agrupá-los e bloqueá-los por meio de uma assinatura paga para gerar receita recorrente.

Essa abordagem é ideal se você planeja manter uma biblioteca crescente de conteúdo premium e cultivar uma comunidade de membros apaixonados. Em alguns casos, as assinaturas digitais pagas podem até criar uma oportunidade de monetizar diretamente seus esforços de marketing de conteúdos existentes.

Como esse conteúdo está atrás de um portão que apenas assinantes pagantes podem acessar através de sua conta de cliente, você também pode hospedar conteúdo exclusivo que pode ser transmitido em vez de baixado.

Qual produto digital é certo para você?

Com todas essas opções disponíveis para venda online, há muitas oportunidades para encontrar a mais adequada para você.

Quer você se veja criando vídeos ou escrevendo e-books, os avanços da tecnologia nos últimos anos tornaram a venda de produtos digitais mais acessível do que nunca. 

Encontre seu público e resolva um problema que ele tenha

Criar um produto digital é relativamente fácil. A parte difícil é encontrar seu público e comunicar porque seu produto em particular é ideal para resolver seus problemas. 

Siga essas dicas e transforme sua ideia no próximo produto digital multimilionário.

MAIS LIDAS