fbpx
domingo, novembro 28, 2021
spot_img
InícioEntrevistasEntrevista | Dicas valiosas de e-commerce com Alejandro Vázquez da Nuvemshop

Entrevista | Dicas valiosas de e-commerce com Alejandro Vázquez da Nuvemshop

O ano de 2020 foi um dos melhores para quem faz vendas pela internet. O isolamento social fez com que os clientes buscassem e-commerce para fazer suas compras, consequentemente, deixando muitos empreendedores sem opção, principalmente os pequenos e médios. 

Só no Brasil, o faturamento anual do e-commerce cresceu 68%, ultrapassando 120 bilhões de reais, segundo a consultoria Neotrust/Compre & Confie. Além das lojas online estarem vendendo mais, a pandemia forçou milhares de empreendedores a migrar suas operações do balcão físico para o digital. 

“O fechamento do comércio colocou a maioria diante do dilema: e-commerce ou nada”. 

O e-commerce no Brasil bateu recorde de vendas no primeiro semestre de 2021, atingindo R$ 53,4 bilhões, crescimento de 31% em relação ao mesmo período do ano anterior. O resultado consta da 44ª edição do Webshoppers, o mais amplo relatório sobre comércio eletrônico do país elaborado pela Ebit | Nielsen e realizado em parceria com o Bexs Banco, empresa especializada em câmbio e soluções de pagamentos digitais internacionais. 

O e-commerce brasileiro continua registrando crescimento após quase um ano e meio de pandemia. Atualmente, são 1,59 milhão de lojas online no país, alta de 22,05% na comparação com 2020, segundo a 7ª edição da pesquisa “Perfil do E-Commerce Brasileiro”, feita pelo PayPal Brasil em parceria com a BigDataCorp. 

Plataforma de e-commerce Nuvemshop

E, não podemos falar de lojas online sem lembrar da plataforma de e-commerce líder na América Latina, a Nuvemshop.

A startup fundada por Santiago Sosa, Alejandro Alfonso, Martín Palombo e Alejandro Vázquez em 2011, foca seus esforços em ajudar os pequenos e médios lojistas a criar sua própria loja digital. 

A atividade principal da Nuvemshop é fornecer uma plataforma simples para qualquer pessoa montar uma loja virtual, integrando produtos, formas de pagamentos e envios com diferentes canais de vendas, como Facebook, Instagram, marketplaces e lojas físicas para vender online com autonomia.

Entretanto, ninguém melhor para dar dicas valiosas de e-commerce, se não, o co-fundador da Nuvemshop e diretor comercial, Alejandro Vázquez.

Convidamos Alejandro para responder a perguntas valiosas para criar e alavancar um e-commerce neste momento tão pertinente para ter um negócio digital.

Alejandro Vázquez - Staage - Primo Rico

Staage: como levar um negócio do mundo físico ao virtual?

Alejandro Vázquez: a minha primeira dica para você é: encontre uma plataforma de e-commerce que permita que você venda seus produtos de acordo com as características dele. Ou seja, uma ferramenta na qual você venda do jeito certo, fazendo o cliente se sentir confortável.

Para vender calça jeans, por exemplo, cada marca tem sua modelagem e o mesmo tamanho pode ficar diferente dependendo do fabricante. Então, para garantir uma boa experiência de compra na internet é necessário ter cuidados, como um provador virtual e fotos com modelos diferentes.

Além disso, é preciso ter uma plataforma que permita o modelo omnichannel. Aqui estamos falando das integrações, como o estoque integrado com o sistema de gestão, que também precisa estar conectado com um gerador de nota fiscal. Ou se o cliente quiser comprar online e retirar na loja física, é preciso ter essa opção de configuração se esse for o modelo de venda escolhido.

Staage: 3 dicas matadoras e práticas para quem está começando agora com um e-commerce.

Alejandro Vázquez: as principais dicas que eu dou nesse sentido são:

  • Entender bem o seu nicho e o seu segmento de mercado.
  • Escolher uma boa plataforma de e-commerce para que a sua loja seja segura, estável e que permita personalização conforme a sua marca for crescendo.
  • Diversificar as ações de marketing para gerar tráfego na loja.

Staage: como conseguir os melhores fornecedores para um e-commerce?

Alejandro Vázquez: essa é uma ótima pergunta! Pesquise, teste e negocie bastante. Afinal, os fornecedores ideais para cada segmento estão em lugares diferentes. 

Além disso, o mesmo fornecedor pode ser bom para um modelo de negócio e não tão interessante para outro. Em alguns negócios, o preço é o mais importante, enquanto em outros, pesa mais a qualidade do produto, a velocidade da entrega e outros fatores decisórios.

Staage: como as redes sociais podem ser essenciais para o negócio online?

Alejandro Vázquez: esses canais têm o fator prova social, ou seja, quanto mais seguidores essa loja tem nas redes sociais, quanto mais ativa ela está, mais passa confiança de que ela é uma loja segura para se comprar.

Outro ponto é que as redes sociais ajudam na divulgação, que pode ser tanto paga, no caso de um post promovido ou pela contratação de uma pessoa influenciadora, quanto orgânica, pela criação de conteúdo gratuito na própria página da loja. 

Staage: quais erros evitar ao escolher uma plataforma para sua loja virtual?

Alejandro Vázquez:

  • Não observar se a plataforma tem uma boa quantidade de integrações com o ecossistema.
  • Escolher um serviço pouco estável e inseguro na gestão de dados. 
  • Não testar o atendimento da plataforma.
  • Escolher um sistema com pouca facilidade de uso no dia a dia.
  • Não se atentar para a escalabilidade da plataforma, ou seja, se ela será capaz de acompanhar o crescimento da loja. Afinal, a migração para outro serviço gera gastos, dor de cabeça, perda de posicionamento no Google, etc. É preciso escolher uma plataforma já pensando que pode continuar com ela desde quando se tem poucas vendas até quando se vende bastante.

Staage: o que você diria para o novo empreendedor digital no e-commerce?

Alejandro Vázquez: quando se começa um negócio, há muita empolgação. Porém, com o dia a dia e os primeiros desafios, pode haver desmotivação porque as coisas não aconteceram como se esperava. E essa expectativa muitas vezes não é real. Por isso, é importante ter um tipo de mentor com quem se pode conversar e trocar ideias para te manter no caminho.

Outra dica é buscar motivação em livros, aulas, eventos e histórias de empreendedorismo que vão mostrar o caminho de quem fez na prática.

É super relevante conversar com outros empreendedores para compartilhar momentos positivos e negativos, trocar ideias e experiências, criando assim uma rede de apoio. 

É fundamental também estudar e aplicar o que estudou. 

Staage: como você definiria a transformação digital no varejo?

Alejandro Vázquez: a transformação digital já é uma realidade. Hoje, a maioria dos negócios já está com presença digital e isso é algo que tende a aumentar cada vez mais. Tudo está passando por um processo de digitalização, desde os meios de comunicação até a forma de se relacionar com as pessoas,  passando também pelo jeito de se fazer compras, seguindo uma tendência mundial.

Staage: na sua opinião e pela sua experiência, o que os consumidores querem de uma loja?

Alejandro Vázquez:

  • Velocidade na entrega.
  • Frete grátis, barato ou com desconto.
  • Facilidade de navegar pela loja e encontrar o produto desejado.
  • Facilidade e segurança nos pagamentos.
  • Atendimento eficiente.

Staage: observando a maneira que consumimos hoje, percebemos que as coisas sofreram mudanças significativas, especialmente após a massificação da internet. Mas onde será que tudo isso vai chegar? Você consegue imaginar qual será o futuro do varejo? 

Alejandro Vázquez: muitas coisas contribuíram para mudanças na forma de consumo recentemente e a mais significativa do último ano foi a pandemia. Comerciantes precisaram trazer seus negócios rapidamente para o ambiente virtual. Esse movimento acelerou a digitalização do varejo de uma forma muito intensa.

Agora que a maioria das pessoas está vacinada e começamos a ter um pouco mais de confiança para voltar às ruas, é preciso continuar olhando para o impacto dessa nova realidade nos hábitos de consumo. Afinal, não só os consumidores estão cada vez mais conectados, como as lojas virtuais estão adicionando ferramentas para melhorar a experiência de compra e a segurança desse processo. 

Assim, devemos pensar que o futuro caminha para a conexão do varejo online com o físico. Os dois serão uma coisa só, com vendas simultâneas e conectadas entre si. 

Staage: Alejandro, quais suas expectativas para a Black Friday desse ano e qual estratégia você acha imprescindível para os e-commerces alcançarem um nível de vendas surpreendente?

Alejandro Vázquez: esperamos que essa seja a maior Black Friday de todos os tempos e estamos prontos para oferecer todo o suporte visando o sucesso dos nossos lojistas.

Para isso, como estratégia, é fundamental entender como foi a Black Friday de 2020 para alinhar expectativas e não pensar que vai vender em um dia tudo o que não foi vendido durante o restante do ano. Ou seja, se planejar com antecedência e manter as expectativas realistas.

Pesquisar, seja por meio das redes sociais ou por e-mail, o que os seus clientes querem ver na Black Friday, quais produtos eles querem comprar, quais tipos de desconto eles acham mais interessantes.

Entender quais produtos vale a pena oferecer com desconto e com qual margem de desconto.

Comunicar, de forma consistente, a sua campanha nas redes sociais, começando a comunicação alguns dias antes da data oficial do evento.

Ter em mente que anunciar durante a Black Friday acaba ficando muito mais caro do que em outros momentos, justamente por esse movimento do varejo. Portanto, vale buscar alternativas para alcançar o mesmo resultado de tráfego na loja sem depender tanto dos anúncios. Por exemplo, contatar os clientes que já compraram com você e oferecer um cupom de desconto para eles ao invés de gastar muito dinheiro em anúncios para novas audiências.

Conclusão

Dar os primeiros passos de um negócio próprio pode se tornar algo bem exaustivo. Tanto pelos obstáculos que um empreendedor novato desconhece – e que aparecerão pelo caminho – quanto pela paciência e dedicação que essa jornada exige.

Abrir um e-commerce e transformá-lo em um negócio rentável e sustentável é um grande desafio. Ou mesmo que você já tenha tomado essa iniciativa e já empreende no digital, manter um negócio pode ser desafiador se você não tiver o direcionamento e as ferramentas certas.

Agora que você não tem dúvidas que o crescimento do comércio eletrônico a nível mundial é irrefreável, você não deve ficar de fora dessa tendência.

Se você está pensando em abrir sua loja virtual, uma plataforma como a Nuvemshop pode ser o caminho mais fácil, rápido e efetivo para fazer isso.

Com as dicas do Alejandro você poderá Iniciar seu empreendimento seguindo um plano de ação e se antecipando às circunstâncias, permitindo dar os primeiros passos do seu projeto.

Assim, você estará perto de gerar renda mais rápido, fazendo com que seu negócio aumente suas vendas.

Aprenda na prática a criar e estruturar sua loja virtual

Além da entrevista, o Alejandro tem uma aula completa na Staage ensinando como criar, estruturar e tirar do papel a sua tão sonhada loja virtual. Lá ele dá o passo a passo com tudo o que você precisa saber para montar seu e-commerce do zero.

Para você que ainda não conhece, a Staage é um streaming de marketing que permite qualquer pessoa aprender quando, onde e quantas vezes quiser com os maiores especialistas em marketing do mundo, que entendem as suas dores e viveram na prática os mesmos desafios que você enfrenta. 

Além de vídeos teóricos e práticos com profissionais referências do setor, a Staage traz bastidores dos lançamentos do mercado digital e documentários originais de grandes empresas.

Para ter acesso a aulas como a do Alejandro Vazquez, Philip Kotler, Thiago Concer, Dener Lippert, Gustavo Esteves, Thiago Reis e vários outros, é só assinar a Staage por R$39,90 mensais, no plano anual.

O mundo mudou. E a maneira como fazemos marketing também. E você vai ficar esperando o que para mudar e transformar sua vida? Dê o primeiro passo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDAS